Instalações

 A primeira sede do Seminário foi em salas alugadas de um prédio na Rua Formosa, nº 393, no  Centro de São Paulo (hoje incorporada ao Vale do Anhangabaú). A primeira turma (5 alunos) do  curso Pastoral se formou em 1960 e a de Educação Cristã em 1962. Mais tarde o Seminário se  transferiu para novas salas alugadas na Rua Vinte e Quatro de Maio e em 1968 foi possível a  primeira aquisição de salas no Edifício Oyapoque na Av. Ipiranga, 877. Mais tarde, em 1995,      dois novos andares foram comprados e passaram a fazer parte da sede do SEBARSP.

 Após 42 anos na Av. Ipiranga (1968 a 2010), no início do segundo semestre de 2010 o SEBARSP  mudou para sua sede própria na Av. Eng. Armando de Arruda Pereira, 2.747 no bairro Jabaquara. Esta sede foi construída com o dinheiro das vendas das salas da sede da Av. Ipiranga e principalmente com ofertas levantadas através da ABWE, também conhecida no Brasil como ABEM – Associação dos Batistas para Evangelismo Mundial.

A atual sede localiza-se a 500 metros da Estação Jabaquara do Metrô e é composta por três pavimentos de aproximadamente 720 m2. Tem 7 salas de aulas, sendo duas para 50 alunos e as demais para 40 alunos. O auditório atende 300 pessoas. Ainda faz parte das instalações: a biblioteca com área de 220 m2 quadrados, uma área administrativa com salão social, sala de professores e outras 7 pequenas salas e o estacionamento que comporta até 60 veículos.

Homenagens e reconhecimentos

A Biblioteca do Seminário Batista Logos recebeu o nome de seu fundador Donald Hare. Hoje a Biblioteca Donald Hare conta com um acervo de cerca de 14 mil volumes e está em processo de informatização.

O auditório do Seminário Batista Logos é uma homenagem ao seu segundo diretor: Pr. Arthur Cavey. Esta homenagem foi oficializada em dezembro de 1997 ainda na Av. Ipiranga. O novo Auditório Pr. Arthur Cavey tem capacidade para 300 pessoas.

Enfim, a nova sede do Seminário Batista Logos no Jabaquara é uma homenagem ao casal de missionários que mais tempo trabalharam no Seminário Batista Logos antes da transição para o primeiro diretor brasileiro. O nome do edifício é Edifício Pr. Richard e Sra. Betty Sterkenburg.

Veja as fotos das nossas instalações:

Sorry, no posts matched your criteria.